segunda-feira, 4 de julho de 2016

A Mensagem da Água



Como a água reflete nossos sentimentos


A água tem uma mensagem muito importante para nós. A água está nos dizendo para olharmos muito mais profundamente os nossos egos. Quando nós olhamos nossos egos através do espelho da água, a mensagem torna-se surpreendente, límpida, inteligível. Nós sabemos que a vida humana está conectada diretamente à qualidade de nossa água, dentro e em torno de nós.

As fotografias e as informações neste artigo refletem o trabalho de Masaru Emoto, um criativo e o visionário pesquisador japonês. O Sr. Emoto publicou um livro importante, "A Mensagem da Água", com as descobertas da pesquisa mundial que foi realizada por ele. Se você tem qualquer dúvida de que seus pensamentos afetam tudo em, e ao redor de você, as informações e fotografias que são apresentadas aqui, tiradas do livro com os resultados da pesquisa publicada por Emoto, mudarão sua mente e alterarão suas convicções profundamente.

Com o trabalho do Sr. Emoto ficamos munidos de evidência efetiva de que a energias vibracionais humanas, pensamentos, palavras, idéias e músicas, afetam a estrutura molecular da água. A mesma água que compreende 60% de um corpo humano maduro e cobre a mesma proporção do nosso planeta. A água é a fonte de toda a vida neste planeta, e qualidade e integridade são vitalmente importantes a todas as formas de vida. O corpo é como uma esponja e está composto de trilhões de câmaras chamadas células que comportam líquido. A qualidade de nossa vida está diretamente ligada à qualidade de nossa água.

A água é uma substância muito maleável. Sua forma física adapta-se facilmente ao que o ambiente contém. Mas a aparência física não é a única coisa que muda, sua estrutura molecular também muda. A energia ou as vibrações do ambiente mudarão a forma molecular da água. Neste sentido a água tem, não somente a habilidade de refletir visualmente o ambiente, mas também reflete molecularmente este ambiente.

O Sr. Emoto documentou visualmente estas mudanças moleculares na água por meio de suas técnicas fotográficas. Ele congelou gotas de água e examinou-as então sob um microscópio de campo escuro dotado de recursos fotográficos. Seu trabalho demonstra claramente a diversidade da estrutura molecular da água e do efeito do ambiente sobre a sua respectiva estrutura molecular.

A neve tem caído sobre a Terra por mais de alguns milhões de anos. Cada floco de neve, como já dissemos, tem uma forma e uma estrutura muito originais. Congelando a água e examinando a fotografia da estrutura, como o Sr. Emoto fez, você obterá incríveis informações a respeito da água.

Sr. Emoto descobriu muitas diferenças fascinantes nas estruturas cristalinas da água de muitas fontes diferentes e condições diferentes ao redor do planeta. A nascente de água pura que jorra da montanha, mostra maravilhosos desenhos geométricos em seus padrões cristalinos. Águas poluídas e tóxicas das áreas industriais e povoadas, águas estagnadas das tubulações e represadas em armazenamentos mostram estruturas cristalinas definitivamente distorcidas e formadas aleatoriamente.

Fonte: youtube

Mente sã, Corpo são


Ao falarmos sobre doenças emocionais em dos primeiros problemas que vem à mente é a depressão. Porém, os males causados pelas emoções reprimidas são muito mais extensos e variados do que uma única doença. E para identifica-los é necessário prestar atenção na relação entre a mente e o corpo, pois nosso organismo nos dá sinais importantes sobre como a saúde mental está.

“Quando dizemos que o ser humano é corpo, alma e espírito, falamos de um ser integrado que vivencia tudo nos três âmbitos e não conseguimos experimentar sensações só no corpo sem passarmos pela mente e emoções” (Márcia Orsi).

Além disso, quando o indivíduo não alcança os resultados pessoais e profissionais que deseja, tende a desenvolver doenças psicossomáticas. “Isso acontece pela pessoa se sentir rejeitada, impaciente, com medo, com raiva, depressiva, ansiosa, com dificuldade de expressar sentimentos e opiniões, obtendo muitas vezes como resultado a sensação de estar inadequado e desencaixado da vida” (Telma Nogueira).

Relação Mente x Corpo.

O primeiro aspecto importante é que existem condições orgânicas – neurológicas e psicofísicas – e agentes externos – biológicos, químicos e mecânicos – agindo sobre o corpo e que predispõem às doenças. Quando presentes, estes dois fatores podem levar a enfermidades de diversas naturezas, como as doenças emocionais.

As alterações no organismo associadas a essas predisposições acabam comprometendo órgãos e sistemas e se manifestando como doenças físicas. “Algumas delas, como lúpus, psoríase e vitiligo acabam sendo consideradas como doenças emocionais típicas, porque é possível perceber uma associação muito grande entre a sua manifestação e situações de estresse intenso ou prolongado” (Gilberto Katayama).

Em todas as doenças é possível encontrar os fatores emocionais que contribuem no agravamento do quadro clínico. Dessa forma, devemos sempre levar em consideração tais fatores. Estes, quando primários, são considerados como os causadores diretos das doenças e, mesmo secundários, estão sempre presentes interagindo e atuando sobre o organismo.

Algumas doenças respiratórias, de pele ou trato gastrointestinal são mais passíveis de terem influências emocionais, pois são afetadas diretamente pela alteração do sistema ligado à adrenalina e ao cortisol, por exemplo. Mesmo assim, é preciso ser cauteloso para não se criar um dicionário de sintomas, pois é muito comum as pessoas confundirem doenças que têm um caráter viral, bacteriano ou neurológico com traços de personalidade.

A origem da palavra emoção vem do latim emovere – onde “e” significa fora e “movere” quer dizer movimento -, a partir disso, entende-se que toda emoção humana existe para ser exteriorizada. Só que nós não aprendemos a fazer isso, a canalizar e soltar as emoções, elas ficam represadas porque socialmente todas as emoções são negativas e, dessa forma, são somatizadas no corpo. Ou seja, as emoções, que deveriam ser expressas, passam a ser reprimidas e podem desencadear diferentes doenças.

As doenças servem para enxergarmos aquilo que mentalmente não queremos enxergar. Ou seja, tudo o que aparece no corpo já pode ter sido avisado pela nossa mente seja no nosso inconsciente ou em pensamentos. “Sabe aqueles avisos dizendo ‘pare de fazer isso, saia dessa empresa, mude seu relacionamento com seu marido, coloque limite no seu filho, pare de trabalhar em excesso’? Eles vão avisando e se não dermos atenção, isso vai para o corpo para que seja visível”. Porém, existe uma cultura de sarar com a ajuda de remédios, evitando pensar no que a doença possa significar. É uma mensagem que quando entendida, o processo de cura é infinitamente mais rápido.

Onde buscar ajuda?

Primeiro, é importante procurar um médico para tratar da parte física, a partir daí ele vai solicitar exames, receitar remédios e começar um tratamento. E, paralelamente, procure um psicólogo, pois é preciso fazer um acompanhamento emocional e entender o que aquela doença está gerando em você. Isso vai te ajudar a entender a origem da doença, porque, todo remédio trata os sintomas e não a causa.


Fonte: Doenças Emocionais

Postado por: Ana Cláudia Foelkel Simões
Psicóloga Clínica (11) 97273-3448